Educamoc - O Portal da Secretaria Municipal de Educação de Montes Claros
Publicado Ter, 23 de Junho de 2020 às 13:01. Visualizações: 3.768. Imprimir
Cemei do Cintra celebra festejos juninos com atividades que retratam a temática

Mesmo em meio à pandemia ocasionada pelo Covid-19 (Novo coronavírus), os festejos juninos marcados pelas comidas típicas, danças e brincadeiras não foram deixados de lado no Cemei Professora Maria da Conceição de Almeida Costa (Cintra). Dentro desta nova realidade, a unidade organizou toda a sua proposta pedagógica e aulas não presenciais com criatividade retratando também a temática do mês.  

“Elaboramos de forma conjunta uma proposta de trabalho que contemplasse também a riqueza das festas juninas, articulando essa temática com os campos de experiência da Educação Infantil.”, explica a diretora do Cemei, Ivete Fróes.  

Encantada com a participação efetiva e empolgação dos pais nas atividades propostas, a professora do maternal II, Claudia Murta, diz ter ficado “mais estimulada a realizar e planejar aulas cada dia melhores”. “A participação dos pais me surpreende mais a cada dia. Nesta semana, antes de explorar a temática propriamente dita, propus um trabalho de escrita das letras dos nomes com objetos e materiais diversos e, para minha surpresa, todos os pais postaram fotos e filmagens das crianças realizando a atividade com muito prazer e gosto!”. 

Já a professora do primeiro período, Célia Coutinho, trabalhou com o poema “Leilão de Jardim”, de Cecília Meireles, numa perspectiva junina. “Os alunos amam criar e produzir. Aproveitei a temática junina e parafraseei Cecília Meireles propondo as crianças para que cada uma criasse uma frase para compor o nosso texto Leilão Junino.”, disse. Confira abaixo no vídeo. 

Nesta mesma proposta, a professora Cleidemar Leite, a partir da história “Galinha Ruiva”, explorou a embalagem do milho em todos os seus aspectos (composição, código de barra, valor nutricional) e fez a pipoca explorando o antes e o depois, mediante as interrogações das crianças. 

“Toda a equipe do Cemei tem trabalhado muito nesse período de aulas remotas, pois a inovação, criatividade e planejamento frequente, faz-se necessário para a permanência das crianças e dos pais nos grupos de whatsapp.”, destaca a supervisora pedagógica da unidade, Katia Macedo.  

Retorno dos pais e educação especial 

Ainda a respeito dos pais, a professora Rissia Silva, acredita que, “com o retorno dado por eles, a participação das crianças está de acordo com a prática implementada que deve ser para todos”. Sobre a proposta de uma educação não presencial que atenda as reais necessidades de todas as crianças, inclusive as do quadro da educação especial, Rissia relata o trabalho que desenvolve em parceria com a auxiliar de acompanhamento, Eliane Bispo. “Além das atividades online e de registro entregues no bloco, produzimos algumas atividades e jogos de entretenimento e enriquecimento curricular para o meu aluno Anthony Miguel Tavares, que apresenta quadro do espectro autismo. A família ficou muito feliz com essa iniciativa.”, disse a professora.  

Texto: Farley Henrique e Cemei Professora Maria da Conceição de Almeida Costa
Fotos: Cemei Professora Maria da Conceição de Almeida Costa

Atualizado no dia 24/06/20 - 08:50h

Leia também:
Cemei Paulo Freire realiza mais uma etapa da entrega de atividades para casa
SME apresenta referencial de trabalho para continuidade do ano letivo
Ampliado prazo de envio de trabalhos para o concurso “Leitura vai, escrita vem: Memórias!”
Trilha da Leitura realiza reuniões virtuais de trabalho para planejamento de ações