Educamoc - O Portal da Secretaria Municipal de Educação de Montes Claros
Publicado Seg, 14 de Janeiro de 2019 às 12:32. Visualizações: 616. Imprimir
Obras avançam na Escola Municipal de Pedra Preta

Dois meses após a assinatura de ordem de serviço pelo prefeito Humberto Souto para a construção da escola municipal Exupério Gonçalves na comunidade rural de Pedra Preta, as obras estão em ritmo acelerado, com a fundação já foi concluída. Na manhã dessa sexta-feira, 11, a secretária interina municipal de Educação, Rejane Veloso Rodrigues, acompanhada pela engenheira civil da Secretaria, Erika Soares Ruas, esteve no local para acompanhar o andamento da obra, que irá atender mais de 150 crianças, com faixa etária entre quatro e 11 anos.

“Viemos fiscalizar o andamento da obra porque temos a urgente necessidade de entregar essa escola para funcionamento ainda no ano letivo deste ano, por determinação do prefeito Humberto Souto. Essa escola vai ser de extrema importância para os moradores desta comunidade”, destacou a secretária interina.

O prazo de conclusão é de 90 dias e moradores de pelo menos 15 comunidades vizinhas já efetivaram matrículas das crianças para o próximo ano. A escola é uma antiga reivindicação dos moradores da comunidade rural de Pedra Preta.

De acordo com a presidente da associação da comunidade rural de Pedra Preta, Célia Soares, a construção da escola vai ser uma grande conquista para os moradores. “A escola é uma antiga reivindicação dos moradores. Nossas crianças estavam se locomovendo quase 60 quilômetros diariamente. Além de gerar despesa com o transporte escolar, havia o desgaste físico das crianças”, observou.

Texto: Rubens Santana (ASCOM-PMMC) - Adaptação Educamoc
Fotos: Rubens Santana (ASCOM-PMMC)

Leia também:
Prefeitura realiza obras de reforma e ampliação em escolas e construção de novas unidades de ensino
Prazo de inscrições para o “Curso de Especialização em Gestão Estratégica de Investimentos na Educação...

Divulgação resultado Mudança de Lotação 2019
Prefeitura adquire material para alunos com deficiência visual